Como fazer o caminho da fé.

24 jul, 2018 | BIKE, DICAS DE TREINO, TRILHAS

Tivemos o prazer de pedalar pelas estradas e trilhas de romarias de um Caminho de Ciclo Turismo Brasileiro com uma fortíssima presença religiosa, o Caminho da Fé.
Um estudo de logística com quase um ano de pesquisas e acúmulos de informações nos rendeu uma viagem redonda, sem nenhum imprevisto que não pudesse ser resolvido rapidamente.
Pensando nisso, separamos algumas dicas de cicloviagem para quem for montar na magrela e passar alguns dias viajando.
1º. Estude o caminho!
Pesquise mapas, com dados sobre distancias, altimetrias, pousadas, subidas e descidas, conheça o nome das serras, para poder dividir os dias de acordo com a intensidade e sua capacidade.
2º Tenha sua credencial acessível!
A Credencial é seu passaporte no caminho. Nós fizemos a partir do ponto central, a cidade de Aguas da Prata e a cada cidade ou comercio ganhávamos uma carimbada em nosso passaporte, acumulando carimbos até o final de nosso destino. Seu credenciamento pode ser retirada nos pontos de saída com o custo de R$20,00.
3º Como nunca se perder no caminho da fé
Todo o caminho é sinalizado com flechas amarelas pintadas em arvores, cercas e porteiras indicando qual a direção para sagrar-se vencedor em seu desafio.
E para os ansiosos algumas placas também indicam os quilômetros que ainda falta para chegar. 4º Onde dormir!
No site do Caminho da fé existe um guia de todas as pousadas credenciadas e fazer reserva antecipadamente sempre ajuda a ter uma melhor noite de sono.
Algumas são bem simples e oferecem sempre tudo com muita atenção e carinho que a sensação de estar em casa é maravilhosa.
5º Como faremos com as refeições!
Em algumas pousadas o jantar esta incluso, então é só chegar e sentar, claro que não temos grandes opções de cardápios, pois o rango é feito caseiramente e em alguns lugares em fogão a lenha. Para o almoço as opções são diferentes, pois durante o caminho encontrará alguns restaurantes sempre prontos para atender e servir, tanto nas pousadas quanto nos restaurantes nunca se esqueça de carimbar sua credencial.
6º Alforje ou mochila?
Entramos em uma questão pessoal, o alforje te ajuda a tirar o peso de sua bagagem das costas, diminuindo assim a tensão na lombar e nos ombros, recomenda-se que não se use mochila, porem se conseguir não por peso na mochila, podemos usar como um assessório muito eficiente para carregar coisas leves.
7º Esteja em dia com a manutenção da magrela!
Não cometa o mesmo erro de muitos, deixar de fazer revisão e passar perrengues com peças quebradas, alguns dias antes de sua viagem leve sua magrela em uma loja de sua confiança e faça uma revisão completa, verificando corrente, cabos de aço tanto de freio quanto das marchas. Regular as marchas pode ajudar muito e é claro ter sempre uma câmera de ar reserva, kits de remendo e ferramentas especificas para cada bike.
9º Não subestime o caminho!
Não adianta nada ter uma bike top, estudar o caminho, fazer reservas, organizar sua bagagem, fazer revisão no equipamento se não estiver com um condicionamento físico apropriado, o Caminho da fé também é famoso por acumular muitas subidas e distancias que podem levar você ao limite muito antes do que imagina.
Então a mais importante de todas as dicas é, TREINE.
Procure uma academia faça fortalecimento muscular, alongamentos e pedale muito,
Se escolher o Caminho da Fé para completar, faça direito, faça de forma correta e prepare-se para a maior aventura de sua vida.
Free Divi WordPress Theme, Find new Free Android Games at dlandroid24.com